Segunda-feira, 12 de Outubro de 2015

Uma colição a 14

Quando no passado dia 4 fui votar, o boletim de voto oferecia-me 15 opções onde colocar a cruz. Contados os votos, descobri que, afinal, aqueles 15 partidos não existiam na realidade, eram uma coligação a 14 e que só me eram dadas duas opções: ou votava na direita ou na esquerda. Confesso que me choca esta forma como alguns partidos tentam inventar um fogo que não queima e uma água que não molhe. Entretanto, o país anda entretido com as patetices de um líder de um partido político que, para além de ter perdido o respeito por si próprio, perdeu também o respeito pelos portugueses. Não vale tudo para chegar ao poder.

alinhado por fcrocha às 13:20
Quinta-feira, 12 de Março de 2015

Sem políticos não há ...

Parece-me politicamente grave que o Primeiro-Ministro tenha chegado ao poder com dívidas à Segurança Social. Parece-me...

mais sobre mim

Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
16
17
20
22
23
24
26
27
28
29
30

pesquisar

 

comentários recentes

  • “Quando os homens já não acreditam em Deus, isso n...
  • Concordo, mas o grave mesmo é que grande parte das...
  • É um bolo tradicional de Penafiel. É muito bom!
  • Não conhecia tais bolinhos!
  • Isso já era um pouco mais à frente. Naquela altura...

mais comentados