Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alinhamentos

alinhamentos

Qui | 06.02.14

Continuamos com tiques de ricos

fcrocha

Reconheço que não percebo nada de arte. Sei que Miró é um surrealista, espanhol e pouco mais. Confesso até que, depois de ler nos jornais tudo o que se tem falado sobre este assunto e ver na televisão as declarações de inúmeros políticos e comentadores sobre a importância da obra do pintor, sinto que devo ser o único em Portugal que não entendo mesmo nada de arte surrealista. Na minha ignorância, o que vou percebendo é que isto se tornou uma arma de arremesso político. Eu não sei se as obras devem ou não ser vendidas. Mas sei que foram compradas por 34 milhões de euros por um banqueiro que está acusado de ter defraudado o país. Também sei que podem ser vendidas, pelo menos, por 40 milhões de euros. É certo que esses 40 milhões de euros são uma gota de água no oceano de dívidas do país, mas são menos 40 milhões de euros que todos os portugueses terão que pagar com os seus impostos. Mesmo não percebendo nada de arte, até eu gostava de ter uns quadros de um pintor famoso nas paredes lá de casa, mas são coisas de rico, incompatíveis com um país pobre.

1 comentário

Comentar post