Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alinhamentos

alinhamentos

Sex | 18.03.11

O início do fim da Rota dos Móveis

fcrocha

Rota dos Móveis I. Nesta edição, damos conta do – quase certo – fim da Mostra de Mobiliário, a feira de mobiliário da Rota dos Móveis. Importa mencionar que foi com a Parmóvel que Paredes iniciou o seu percurso na realização de feiras de mobiliário, um projecto lançado pelo então presidente da câmara Jorge Malheiro, que decorreu entre 1984 e 1990. Em 2006, Celso Ferreira retomou o modelo, mudou-lhe o nome, mas manteve a contagem que vinha da Parmóvel.

 

Rota dos Móveis II. Afinal, porque vai acabar a Mostra de Mobiliário? Será pela falta de interesse dos expositores? Não será certamente, porque, como afirmou Celso Ferreira em 2009, “o número de expositores triplicou nas últimas três edições”. Na mesma altura, o actual presidente da associação empresarial local dizia, sobre o modelo da feira, que “há cem por cento de satisfação por parte dos expositores”. Como se vê, havia expositores e estavam satisfeitos. Será a falta de público na feira? Também não me parece, porque, segundo a autarquia, o número de visitantes tem aumentado de ano para ano, ultrapassando os 30 mil. O presidente da autarquia atestou sempre a qualidade da mostra, chegando mesmo a afirmar que “esta feira é apenas e só a melhor de mobiliário do norte do país”. Ou seja, não só havia público como era a melhor das feiras.

 

Rota dos Móveis III. Convém recordar que em 2009, em plena pré-campanha autárquica, a oposição afirmava que a feira corria o risco de terminar, a não ser que fosse subsidiada pela câmara. Em resposta, Celso Ferreira disse que “quem for eleito não pode prescindir deste instrumento de valorização do concelho”. A confirmar-se o encerramento da feira, a oposição acabou por ter razão e Celso Ferreira fez o contrário do que afirmou. Os mais de 2,5 milhões de euros que a câmara investiu na promoção da Rota dos Móveis no último mandato merecem outro cuidado.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.