Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alinhamentos

alinhamentos

Sex | 28.01.11

Como se comportam as escolas públicas

fcrocha

Portugal é o segundo país da Europa com o maior número de crianças obesas. Estudos recentes revelam que 34 por cento das crianças portuguesas têm excesso de peso, dessas, quase 26 por cento são pré-obesas e oito por cento são mesmo obesas. Estes dados preocupantes vêm a propósito das máquinas de chocolates, bolos e sumos que existem nas escolas.

 

Há duas semanas, estive em duas escolas do concelho de Paredes que dentro dos bares tinham enormes máquinas que servem para vender dezenas de chocolates, das mais variadas marcas, aos alunos.

 

Ora, se as escolas públicas continuam a vender chocolates aos alunos, dentro da própria escola, lucrando financeiramente com isso, é porque a direcção da própria escola está mais interessada nos lucros gerados pela venda dos produtos do que na saúde dos alunos.

 

No entanto, na anterior legislatura, a Assembleia da República aprovou uma resolução que proíbe a vende de produtos hipercalóricos nas escolas públicas. A mesma resolução que, por exemplo, para a Escola Secundária de Baltar e para a EB2,3 de Paredes continua a não ter força de Lei. De nada serve aprovar leis que o próprio Estado não consegue aplicar nas suas próprias escolas.

 

A obesidade infantil é a doença infantil com maior incidência em Portugal, sendo por isso urgente que se tomem todas as medidas indispensáveis para a travar. Por isso, é evidente que é necessário que se comece por pôr em prática algumas das leis já em vigor, neste caso, retirando das escolas as máquinas de chocolates. Depois disso, para evitar que as crianças e jovens optem por alimentos hipercalóricos existentes nos bares das escolas em vez de refeições mais saudáveis, uma das medidas praticáveis, e que já existe em algumas escolas, seria fechar o bar à hora do almoço, levando assim os alunos a preferir o refeitório, onde a alimentação é mais saudável.

 

Aqui ficam as fotografias do conteúdo de uma das máquinas:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post