Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alinhamentos

alinhamentos

Sex | 31.12.10

Mais uma tentativa falhada de Artur Penedos para calar o VERDADEIRO OLHAR

fcrocha

No passado dia 13 de Outubro, o vereador do PS/Paredes Artur Penedos fez mais uma queixa à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) contra o Jornal Verdadeiro Olhar. Novamente, com recurso a manobras de vitimização. A resposta da ERC chegou hoje.

 

Desta vez, Artur Penedos ainda foi mais longe. Numa carta enviada à ERC com o título “Diabruras de um director de jornal”, referindo-se ao mim, o vereador pedia que a ERC me desse “uma punição exemplar” porque, continua a carta de Penedos, “os estatutos e o quadro deontológico dos jornalistas e dos órgãos de comunicação social, se bem conheço, não consentem comportamentos dessa natureza”. A carta termina com um reforço do pedido da “punição exemplar”, solicitando a “aplicação das medidas tidas por conveniente” para que, segundo Artur Penedos, “sejam eliminados os abusos de poder e atentados à dignidade das pessoas”.

 

O que disse a ERC sobre isto?

 

A ERC começa por explicar a Artur Penedos o que é um texto humorístico e satírico. Depois, explica-lhe que qualquer “leitor médio” perceberia aquilo que Artur Penedos não percebeu: estamos na presença de um texto de humor.

 

A ERC é categórica em afirmar que estamos perante “um exercício da liberdade de expressão, entendida como ‘o direito de exprimir e divulgar livremente o pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio’ (cfr. Art.º 37º, nº1, da Constituição da República Portuguesa)”. Ou seja, a mesma liberdade de expressão que Artur Penedos tenta, sucessivamente, retirar-nos.

 

Quanto à “punição exemplar” que o assessor do Primeiro-Ministro pediu que me seja aplicada, a ERC assegura que “o texto objecto de Queixa não é susceptível de ferir a dignidade do visado”, afirmando que a peça se “situa na esfera do exercício da liberdade de expressão”.

 

Contra factos, não há argumentos! Hoje, voltou a ficar provado que Artur Penedos tenta a todo o custo retirar a liberdade de expressão ao Jornal Verdadeiro Olhar e a mim próprio, o que é inadmissível num país livre e democrático.

 

A razão está sempre do lado da verdade!