Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alinhamentos

alinhamentos

Sex | 27.08.10

Editorial de 27 de Agosto de 2010

fcrocha

Prestar contas. Na edição desta semana, damos a conhecer o trabalho desenvolvido pelos quatro deputados da região que trabalham na Assembleia da República. O mandado dos deputados deve ser exercido em estreita ligação com os eleitores, para que quem os elegeu conheça, de forma transparente, o seu trabalho. Conhecendo melhor o trabalho daqueles que elegeram, é possível fazer um juízo mais rigoroso. Ser deputado é também prestar contas e essas contas não podem ser feitas apenas na altura da campanha eleitoral.

 

Feira das Cebolas. A centenária Feira das Cebolas saiu da zona do Sameiro e passou para a berma da estrada, mais propriamente, para a berma da Circular Sul da Variante do Cavalum. Adolfo Amílcar, o vereador responsável por esta decisão, justifica a decisão com uma promessa feita aos moradores da Avenida Gaspar Baltar, que se sentiam incomodados com a feira. Para além disso, também diz que um dos motivos para a deslocalização da feira são as obras de requalificação que vão começar naquela zona. Ficamos todos a aguardar o início das obras na Avenida Gaspar Baltar antes do fim da Feira das Cebolas (que é já no Domingo). Entretanto, os feirantes ficam na berma da estrada, sem semáforos ou passadeiras, pondo em perigo os vendedores e os clientes.

 

Fechar escolas. Na semana passada, publicamos a lista das 48 escolas que vão encerrar este ano. Se é certo que muitas delas encerrarão para se mudarem para os novos centros escolares, também é verdade que outras tantas encerrarão porque não têm alunos em número suficiente para continuarem em funcionamento. Daqui a um ano ou dois, tal e qual como definido nas cartas educativas, irão fechar mais escolas e algumas freguesias ficarão sem escola. Pode-se alegar tudo – que as escolas são maiores, são melhores, com mais condições, etc. – mas uma freguesia sem escola é uma freguesia a caminho da desertificação. O problema não se resolve fazendo escolas em todas as freguesias. Resolve-se com políticas que protejam as famílias e permitam o aumento da natalidade.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.