Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alinhamentos

alinhamentos

Qui | 10.06.10

Pequenos ditadores

fcrocha

 

Com regularidade temos noticiado crimes, vandalismo, consumo e tráfico de drogas, que deixaram de ser notícia nos grandes centros urbanos, para também o serem na nossa região.

 

O novo mapa do crime é hoje muito mais do que a grande cidade. O novo perfil da delinquência é, em parte, o reflexo de uma edução permissiva e da demissão do exercício de paternidade. A omissão da família na educação das crianças começa a revelar números assustadores de criminalidade e comprometimento, talvez irreversível, de grande parte de uma nova geração.

 

Javier Urra, um psicólogo forense de Espanha, escreveu o livro “O pequeno Ditador”, que já vendeu 20 mil exemplares no nosso país. O livro ajuda os pais a evitarem que os seus filhos se transformem em pequenos ditadores, colocando limites e regras fundamentais na educação. Na perspectiva de Javier Urra, as crianças de hoje olham para os pais como uma caixa multibanco: dão-lhes dinheiro para tudo, compram-lhes todas as novidades e quando vão ao supermercado exigem sempre alguma coisa.

 

A maioria dos pais não se apercebe disto, alguns até acham que passa com os anos, que a situação vai melhorar. Mas se não fizerem nada a situação só vai piorar.

 

A valorização do sucesso sem limites éticos, a apresentação de desvios comportamentais num clima de normalidade e a consagração da impunidade tem ajudado no aparecimento dos pequenos delinquentes.

 

Em 2005 tivemos mais de 3 mil denúncias contra menores que agrediram os pais. Mas este número é bem menor que a realidade, porque as mães não denunciam. Quem denúncia é o médico, o vizinho…

 

Para resolver o problema da delinquência é preciso ir às causas profundas. O resultado final da pedagogia da concessão, da desestruturação familiar e da crise de autoridade pode levar nos a uma onda de violência idêntica à que se deu em França.

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.