Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alinhamentos

alinhamentos

Qui | 27.05.10

O tipo de educação dos filhos é uma escolha dos pais

fcrocha

 

Numa altura em que estamos a chegar ao fim de mais um ano lectivo, gostaria de recordar que está por se cumprir o parágrafo 2c) do artigo 67º da Constituição que determina que compete ao Estado “Cooperar com os pais na educação dos filhos”.

 

A educação das crianças é um direito e dever dos SEUS pais, ainda mais numa altura que temos vindo a assistir a uma tendência de pequenos grupos tentarem impor um modelo de educação contrária à vontade da maioria das famílias.

 

Não quero estar aqui a alimentar a guerra entre escolas estatais e escolas particulares, pois através dos resultados escolares publicitados pelo Ministério da Educação dá para perceber que há excelentes escolas estatais e privadas, como péssimas escolas em ambos os sectores. O que está, portanto, em causa é o inalienável direito de livre escolha dos pais. Os pais não podem ser obrigados a colocar os seus filhos na escola estatal mais perto da sua residência e, como tal, a ter que suportar um modelo de educação a que se opõem, qualquer que ele seja.

 

Se o Estado der aos pais o valor que custa actualmente o ensino numa escola estatal, poupa muito dinheiro em infra-estruturas, em pessoal docente e auxiliar, tira trabalho aos deputados que, volta e meia, gastam horas a discutir modelos de educação (assunto que diz respeito aos pais de cada criança e a cada escola) e acaba por cumprir uma das determinações da Constituição, deixando para trás tiques de estados totalizantes.

 

O Estado terá, sim, que fiscalizar o cumprimento da lei por parte das escolas, evitar a fraude e deixar aos pais o critério de escolha soberano e único de cada família.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.