Quinta-feira, 24 de Março de 2016

VERDADEIROOLHAR.PT

Quando o primeiro número do VERDADEIRO OLHAR chegou às bancas de Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel, em 2007, existiam vários jornais regionais e outros tantos locais. Diziam os velhos do Restelo que dominavam a comunicação social local que não havia espaço para mais um jornal e muito menos para um semanário. Quatro anos depois, em 2011, alargámos o nosso espaço de cobertura jornalística ao concelho de Valongo. Hoje, nove anos depois, o VERDADEIRO OLHAR é o único semanário regional nestes cinco concelhos.

Mentir-lhe-ia, Caro Leitor, se lhe dissesse que o caminho foi fácil. À semelhança do que aconteceu com a generalidade das empresas nacionais, também nós passámos por muitas dificuldades. Para além das que resultaram das complexidades da crise económica, tivemos as que foram provocadas por vários autarcas da região, tais como boicotes à atribuição de publicidade institucional e mesmo telefonemas feitos a vários anunciantes nossos sugerindo que deixassem de o ser. No entanto, não houve uma única semana em que o VERDADEIRO OLHAR não chegasse às bancas.

Há nove anos, quando apresentámos a nossa primeira edição semanal electrónica, eram ainda poucos os que correspondiam à nossa inovação. Em 2010, eram pouco mais de 3 mil os leitores que assinavam a newsletter semanal e cerca de 18 mil os que, durante o mês, consultavam o jornal na Internet. Hoje, a newsletter do VERDADEIRO OLHAR tem mais de 47 mil assinantes e a média mensal de visitantes do site aproxima-se dos 200 mil.

A cada dia que passa, a tecnologia transforma os nossos canais de informação pessoal, tornando possível que a obtenhamos quase instantaneamente. Aproveitando as ferramentas tecnológicas ao dispor de grande parte da população, queremos corresponder da melhor forma a essa procura, uma vez que sabemos que cerca de 90 por cento dos nossos leitores já o fazem online. Quanto aos restantes dez por cento, acreditamos que passam a ter mais um estímulo para, com a ajuda dos seus familiares mais jovens, aprenderem a lidar com as novas tecnologias.

Assim, por acreditarmos que devemos acompanhar e apoiar os nossos leitores nessa preferência, esta edição do VERDADEIRO OLHAR será a última em papel, iniciando-se aqui uma nova etapa, que também encontra fundamento nas conclusões divulgadas há dias pela Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem, de que as edições em papel continuam a cair drasticamente, ao mesmo tempo que sobem os números dos leitores das edições online.

A primeira das mudanças em curso no VERDADEIRO OLHAR será na periodicidade: vamos passar de semanário em papel a diário digital. Ao passarmos a diário, o leitor terá acesso quase em tempo real a tudo o que se passa na região, o que nos dará a possibilidade de adaptarmos as nossas secções a esse dinamismo, incluindo os editoriais. A edição será gratuita.

Neste novo formato introduziremos uma linha editorial que dará menos destaque às notícias relacionadas com crimes e julgamentos e mais às reportagens e aos temas relacionados com a política local. Diz-se que o que não sabemos não nos afecta. Por isso, acreditamos que quanto mais o Leitor souber da realidade local, maior será a sua intervenção pública, nem que seja no momento de eleger os autarcas que o vão governar.

Não ignoramos que as mudanças trazem riscos. Da mesma forma que em 2007 foi um risco editar um semanário regional, também o é dar este passo de o transformar em diário. Mas tal como vencemos então os obstáculos que se nos punham, acreditamos que os esforços de consolidar um meio de comunicação social sério, independente, dinâmico, eficaz e à altura do nosso tempo serão reconhecidos pelos leitores que fizeram do VERDADEIRO OLHAR um exemplo de resistência e de procura de excelência nos concelhos que tem o orgulho de servir.

A partir de agora, estamos em WWW.VERDADEIROOLHAR.PT 

Até já!

alinhado por fcrocha às 18:51

mais sobre mim

Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
30
31

pesquisar

 

comentários recentes

  • Concordo plenamente com as criticas aqui apresenta...
  • Já não erraram tudo!
  • Aconselho a leitura deste texto.https://www.facebo...
  • Devo dizer que concordo com o artigo, excepto a qu...
  • Pense apenas em duas coisas: 1ª todos falam da TAP...