Sábado, 27 de Fevereiro de 2016

UMA QUESTÃO DE CONVERSÃO OU DE BURRICE?

O Bloco de Esquerda decidiu espalhar por aí uns cartazes com o que parece ser uma imagem do Sagrado Coração de Jesus com a afirmação “Jesus também tinha dois pais”. Olhando para a imagem, parece-me que existem alguns erros e algumas dúvidas.

 

Uma questão de paternidade:

 

Jesus tem um pai e uma mãe. É Ele mesmo que o afirma, quando diz nas Sagradas Escrituras que tem um único pai, Deus. E também tem apenas uma mãe, Maria. Por isso, ó Catarina Martins, não sei onde é que foste buscar a ideia dos dois pais.

 

Uma questão de genética:

 

“… também tinha dois pais”. Também? A Catarina tem dois pais? Alguém do Bloco de Esquerda tem dois pais? Ou duas mães? Ó menina Catarina, faz parte da genética humana: todos os seres humanos são fruto da procriação de um homem com uma mulher. Todos, mas todos sem excepção, têm apenas um pai e uma mãe. A menina Catarina até pode ter sido adoptada, mas continua a ser filha de um pai, que não é quem a adoptou.

 

Uma questão de conversão:

 

Ah! A Catarina pode estar a falar do Pai Celestial, Deus. Se assim é, Catarina, tenho uma novidade para ti: somos irmãos. Vês? Agora tens dois pais, uns milhares de milhões de irmãos e (não fiques chocada com o que te vou revelar!) tens duas mães! A sério, Catarina, Nossa Senhora é nossa mãe. Eu e tu temos dois pais e duas mães.

 

Uma questão de sobrevivência:

 

Catarina, se a ideia é lançar a confusão para mostrar que o teu BE ainda é aquele partido da esquerda fixe e rebelde, esquece. Esquece a ideia porque eu não me vou esquecer que em poucos dias criaste um imposto sobre os combustíveis que fez com que eles aumentassem, para sempre, 7 cêntimos, independentemente do preço do petróleo. Nem me esqueço que aumentaste o IRS para a minha família. Não, não sou rico. A minha família faz parte do grupo onde se insere a esmagadora maioria das famílias portuguesas: classe média. Por isso, se a ideia do cartaz é desviar atenções do que me estás a roubar, não funcionou. Tenta outra coisa.

 

Uma questão de burrice:

 

Ó Catarina, provocar os cristãos? No tempo da Quaresma, em que nos pedem paciência, até para com os que ofendem a Deus? No ano da Misericórdia, em que o Papa Francisco me pediu que a tenha também contigo? A tua provocação não funciona. Já devias saber que os cristãos não reagem com violência. Vou dar-te uma ideia: já que a tua ideia de provocação não funcionou com os cristãos, porque não tentas fazer um cartaz com a imagem de um profeta muçulmano? Experimenta! Olha que pode ser uma experiência verdadeiramente bombástica.

alinhado por fcrocha às 11:35

mais sobre mim

Fevereiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29

pesquisar

 

comentários recentes

  • Concordo plenamente com as criticas aqui apresenta...
  • Já não erraram tudo!
  • Aconselho a leitura deste texto.https://www.facebo...
  • Devo dizer que concordo com o artigo, excepto a qu...
  • Pense apenas em duas coisas: 1ª todos falam da TAP...