Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

Gratuito ou pago?

Na nossa região, os jornais regionais e locais pagos passaram a ser uma minoria. Mesmo os que têm preço de capa são distribuídos gratuitamente aos molhos nos cafés e restaurantes. Mas porque é que, de repente, a imprensa regional passou quase toda a ser gratuita? Não é certamente para encontrar mais publicidade, pois um estudo da Associação Portuguesa de Anunciantes afirma que os portugueses avaliam de forma negativa a publicidade inserida nos jornais gratuitos. Segundo o mesmo estudo, as marcas que publicam anúncios nos jornais gratuitos são vistas como sendo “populares” e não criam apego emocional. Eu acredito que os jornais tornaram-se gratuitos por causa do trabalho que dá e dos custos que acarreta vender em banca.


Veja-se o exemplo do nosso Jornal. O Jornal Verdadeiro Olhar é vendido em 125 bancas e até chegar a cada uma das bancas é necessário executar uma série de tarefas demoradas e caras. Todas as semanas é necessário emitir 125 guias de remessa para distribuir o jornal, uma tarefa que leva algumas horas. Simultaneamente com as guias de remessa, é imprescindível emitir 125 facturas referentes às vendas dos jornais das semanas anteriores. Antes de emitir as guias, é necessário analisar as vendas de cada uma das bancas para que se possa ajustar o número de jornais expedidos às vendas de cada um dos quiosques. Depois das guias de remessa prontas, é necessário agrupar os jornais em 125 grupos, um para cada banca. Agora, tudo está pronto para que o jornal seja distribuído pelas bancas. Mas até que isso aconteça, um distribuidor fará perto de 400 quilómetros até que tenha percorrido todas as bancas destes cinco concelhos. Em cada um dos quiosques, o distribuidor recolhe as sobras da semana anterior e entrega a nova edição. Quando regressa à redacção, é necessário que alguém trate cada uma das guias que traz consigo, para que na semana seguinte se volte ao iniciar todo este processo. Como se pode ver, para que o jornal esteja à venda é indispensável, todas as semanas, dois dias trabalho, três pessoas e muitos custos associados. Percebe agora porque é mais fácil ter um jornal gratuito e distribui-lo aos braçados?


Ainda que dê muito trabalho e traga muitos custos, continuaremos a ser um jornal pago. Acredito que o que tem valor tem que ser pago. Um Jornal que é feito por profissionais que se dedicam a tempo inteiro ao seu trabalho não pode ser oferecido. Um jornal é muito mais do que umas letras impressas em folha de jornal. 

 


alinhado por fcrocha às 10:28
Sexta-feira, 12 de Agosto de 2011

A qualidade paga-se

Os hábitos de leitura estão a mudar. No VERDADEIRO OLHAR sentimos a essa mudança, a cada semana que passa o número de le...

alinhado por fcrocha às 08:19
Sábado, 21 de Agosto de 2010

A ajuda do autarca

Ontem, reparei que todos os jornais locais do Vale do Sousa, à excepção do VERDADEIRO OLHAR, tinham páginas inteiras de ...

alinhado por fcrocha às 20:47
Sexta-feira, 18 de Junho de 2010

Coincidências

Mais do que uma vez, o Partido Socialista de Paredes acusou o nosso jornal de omitir as notas de imprensa daquele partid...

alinhado por fcrocha às 12:29
Sábado, 22 de Maio de 2010

Não vale a pena engan...

Há muito que se diz que os jornais perdem leitores em todo o mundo. Tentam-se encontrar os vilões para o fenómeno e argu...

alinhado por fcrocha às 17:00

mais sobre mim

Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
24
26
27
28
29
30
31

pesquisar

 

comentários recentes

  • Concordo plenamente com as criticas aqui apresenta...
  • Já não erraram tudo!
  • Aconselho a leitura deste texto.https://www.facebo...
  • Devo dizer que concordo com o artigo, excepto a qu...
  • Pense apenas em duas coisas: 1ª todos falam da TAP...