Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Para Teixeira dos Santos 20% é menos que 2%

Em Maio de 2012, quando o buraco do BPN já ia em 4 mil milhões de euros, o ex-Ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, foi à Comissão de Inquérito Parlamentar justificar a privatização do BPN dizendo que “a falência do BPN teria levado a economia a afundar no mínimo quatro por cento” e que “mesmo conhecendo todos os factos, teria continuado a defender a nacionalização” por causa do “risco sistémico”.

 

Esta semana, o mesmo Teixeira dos Santos afirmou ao Jornal de Negócios que “o BES tem que ser caso isolado com solução estritamente privada” porque “não há risco de contágio para o sector financeiro no seu conjunto”.

 

Vamos trocar isto por miúdos: Para Teixeira dos Santos o BPN, que tinha uma cota de mercado de 2%, contagiava o sector financeiro; com o BES, que é uma instituição bancária 10 vezes maior, já não há o tal risco sistémico.

 

Agora, começa a ficar ainda mais claro que, em 2008, Teixeira dos Santos e Vitor Constâncio enganaram os portugueses ao justificar a nacionalização com o risco sistémico, colocando os contribuintes a pagar os danos do BPN.  

alinhado por fcrocha às 09:19
Quinta-feira, 06 de Fevereiro de 2014

Continuamos com tique...

Reconheço que não percebo nada de arte. Sei que Miró é um surrealista, espanhol e pouco mais. Confesso até que, depois d...

alinhado por fcrocha às 09:54
tags: , ,

mais sobre mim

Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
24
26
27
28
29
30
31

pesquisar

 

comentários recentes

  • Concordo plenamente com as criticas aqui apresenta...
  • Já não erraram tudo!
  • Aconselho a leitura deste texto.https://www.facebo...
  • Devo dizer que concordo com o artigo, excepto a qu...
  • Pense apenas em duas coisas: 1ª todos falam da TAP...

mais comentados

subscrever feeds