Quinta-feira, 16 de Julho de 2015

Pagar o que se pode

Há mais de 20 anos que os vários governos andam a prometer a construção do IC35, que há-de ligar Penafiel a Entre-os-Rios, passando a ser uma alternativa à EN106. São pouco mais de 13 quilómetros. Para se perceber a importância desta estrada, a EN106 tem uma média diária de circulação de 13 mil veículos, sendo que uma grande parte são pesados de mercadorias. Se tivermos em conta que nestes 20 anos se construíram auto-estradas onde passam menos de três mil carros por dia, tornam-se ainda mais incompreensíveis os sucessivos adiamentos da construção do IC35.

 

Esta semana, o Governo avançou com a adjudicação da construção do primeiro troço do IC35. São 2,5 quilómetros que vão ligar Penafiel a Rans. À primeira vista, pode parecer pouco, pode parecer até ridículo lançar a concurso um troço com meia dúzia de metros de alcatrão. Mas a verdade é que é a primeira vez que, em mais de 20 anos, há algum avanço real neste projecto: a construção dos 2,5 quilómetros de estrada está anunciada para começar dentro de dias.

 

Mas o que tornou mais credível a concretização desta obra foi a justificação dada por Sérgio Monteiro, o secretário de Estado das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações: “Só nos conseguimos comprometer com obras que podemos pagar”. Em ano de eleições, quando todos queriam ouvir o Governo a prometer a construção de todo o IC35, um governante que diz que o dinheiro não chega para mais deve ser levado a sério e deve ser respeitado.

 

Até quando?... Maria Estrela Serrano é doutorada em Sociologia da Comunicação, da Cultura e da Educação pelo ISCTE. Esta senhora, que ensina futuros jornalistas, conseguiu escrever um texto lamentável sobre o facto de Laura Ferreira, a mulher do Primeiro-Ministro, ter acompanhado o marido numa actividade pública. Segundo Estrela Serrano, Laura Ferreira não deveria ter comparecido, sem cabelo, a uma cerimónia pública ao lado do marido. Será que o Primeiro-Ministro também deveria ter impedido a mulher de comparecer às sessões de quimioterapia, para que não lhe caísse o cabelo?…

 

Depois de ler o texto desta professora de Jornalismo, descobri que a mulher do Primeiro-Ministro tem uma doença e que a Estrela Serrano é uma pessoa que sofre de sectarismo político. Também para isto deveria haver limites...

alinhado por fcrocha às 10:50
tags: ,

mais sobre mim

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
24
26
27
28
30
31

pesquisar

 

comentários recentes

  • Concordo plenamente com as criticas aqui apresenta...
  • Já não erraram tudo!
  • Aconselho a leitura deste texto.https://www.facebo...
  • Devo dizer que concordo com o artigo, excepto a qu...
  • Pense apenas em duas coisas: 1ª todos falam da TAP...