Terça-feira, 28 de Novembro de 2017

Em Londres foram picos, no Porto são vasos

A história é da edição de hoje do Público e sintetiza-se assim: um cidadão chinês resolveu abrir uma loja na Praça da República, no Porto. À porta da loja costumavam pernoitar cerca de 20 pessoas sem-abrigo. Como o chinês não apreciava ver as pessoas a dormir à sua porta, ocupou toda a extensão do passeio com 30 grandes vasos em cimento. As tais 20 pessoas tiveram que ir procurar outro lugar para se abrigarem durante a noite, os habitantes do prédio batem palmas à façanha do chinês, as pessoas que por ali passam deixaram de poder circular pelo passeio, as com mobilidade reduzida têm que passar pela estrada e as autoridades locais assobiam para o lado. Um exemplo de falta de humanidade.

 

IMG_20171128_102342_edited.jpg

 

alinhado por fcrocha às 12:36
tags:

mais sobre mim

Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27

pesquisar

 

comentários recentes