Quinta-feira, 05 de Março de 2015

Editorial: Muita parra e pouca uva e Postos de trabalho reais

 

Muita parra e pouca uva. Desde há alguns dias que quem passa por Lousada depara com grandes cartazes que exibem uma caricatura das relações familiares entre o presidente da Câmara Municipal local e algumas pessoas nomeadas por este para cargos de confiança. Os cartazes, embora estejam assinados pela JSD, em boa verdade são uma estratégia de oposição do PSD. Pessoalmente, não vejo mal algum em que um presidente de câmara nomeie para um cargo da sua confiança política alguém em quem confie, desde que seja competente e a lei assim o permita. No entanto, os cartazes da oposição “laranja” levam-me a outras ilações: como já passou quase um ano e meio desde que o socialista Pedro Machado tomou posse como presidente da Câmara e a grande crítica do PSD ao exercício do seu mandato, aparentemente, é a relação de parentesco entre eleitos e assessores, ou o PS está a governar o município com competência ou a oposição é fraquinha e não consegue apontar problemas nem tem propostas válidas de soluções.

 

Postos de trabalho reais. Há uns tempos, em conversa com o Presidente da Câmara Municipal de Penafiel, questionei-o sobre o facto de não apresentar publicamente investimentos de muitos milhões de euros e com várias centenas de postos de trabalho feitos no seu concelho, ao contrário do que tem sido tendência e prática nos concelhos vizinhos. Na altura, Antonino de Sousa respondeu-me que os investimentos empresariais em Penafiel são à dimensão do concelho, mas “reais”. Deu-me até como exemplo algumas empresas que tinham criados alguns novos postos de trabalho, umas cinco, outras seis ou sete, relativamente poucos, mas reais. Esta semana, aproveitando as comemorações do 3 de Março, foram apresentados investimentos que vão criar 150 postos de trabalho naquele concelho. Mais uma vez, à medida da realidade concelhia: 150 postos de trabalhos divididos por nove empresas. Na verdade, de nada vale apresentar investimentos de milhões, rodeados de pompa e circunstância, mas que na realidade não passam de intenções não concretizadas.

 

alinhado por fcrocha às 10:01

mais sobre mim

Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

pesquisar

 

comentários recentes

  • Concordo plenamente com as criticas aqui apresenta...
  • Já não erraram tudo!
  • Aconselho a leitura deste texto.https://www.facebo...
  • Devo dizer que concordo com o artigo, excepto a qu...