Domingo, 13 de Fevereiro de 2011

Editorial de 11 de Fevereiro de 2011.

Esta semana, contamos-lhe mais pormenores de uma história que avançamos em primeira-mão na edição electrónica e que, no mínimo, é insólita.

 

Uma mulher de 25 anos que reside em Paredes fez-se passar por doente oncológica. Disse que tinha um cancro no fémur e chegou a organizar uma recolha de sangue para, alegava, encontrar um dador compatível de medula óssea. Gerou-se um movimento de solidariedade que levou meia centena de pessoas a deslocarem-se ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Baltar para doar sangue, numa tentativa de se encontrar um dador compatível. Mais tarde, a mesmo mulher, garantia ter encontrado um dador, só que este dador estava noutro país e pedia 40 mil euros. A mulher, que chegou a aparecer em público com cabelo rapado, começou a espalhar pelos estabelecimentos comerciais umas caixas para a recolha de donativos.

 

Tudo isto teria corrido bem à mulher alegadamente doente, não fosse o pároco de Baltar ter desconfiado da história. O padre Francisco Andrade, quando confirmou que a mulher não estava inscrita no hospital onde dizia estar a tratar-se, denunciou a situação no final das missas do passado fim-de-semana. Ao VERDADEIRO OLHAR, a directora do Centro de Histocompatibilidade do Norte certifica que a mulher de Baltar nunca esteve inscrita para receber um transplante de medula óssea. Era tudo falso.

 

Esta triste e insólita história merece-me três breves reflexões. Em primeiro lugar, fica provado que não há crise que nos tire esta característica muito nossa: a grandeza e a extrema humanidade do povo Português no que toca a solidariedade. Em segundo, para que situações destas não voltem a acontecer, é necessário que se confirme melhor todos os pedidos de ajuda. Não se compreende como é que empresas, bombeiros e até a equipa que fez a recolha do sangue não tenham atestado esta história. Em terceiro, não deve “pagar o justo pelo pecador”. Mesmo em tempos difíceis como os que vivemos, devemos continuar a ser um povo que se orgulha de semear generosidade.

alinhado por fcrocha às 13:04
tags:

mais sobre mim

Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
16
17
19
20
22
23
25
26
27
28

pesquisar

 

comentários recentes

  • Concordo plenamente com as criticas aqui apresenta...
  • Já não erraram tudo!
  • Aconselho a leitura deste texto.https://www.facebo...
  • Devo dizer que concordo com o artigo, excepto a qu...
  • Pense apenas em duas coisas: 1ª todos falam da TAP...