Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

O que nasce torno…

De três em três anos, a OCDE elabora um estudo (Programme for International Student Assessment) que consiste em exames realizados a alunos com 15 anos em mais de 60 países. Este estudo converteu-se na primeira obra de referência sobre a qualidade do ensino no mundo e dá pistas muito concretas sobre o que funciona e o que não funciona na educação.

 

Ao contrário do que dizem os sindicatos e alguns representantes do ensino público, o dinheiro não é decisivo na qualidade do ensino. A Austrália triplicou os gastos por aluno e não consegue alcançar a Singapura que é dos países que menos gasta com a educação. Os Estados Unidos da América duplicaram o investimento na educação, baixou o número de alunos por professor e não consegue sair do terço inferior da lista da OCDE.

 

Mas o problema parece que também não se resolve com o aumento do número de horas de aulas. Se alunos finlandeses são os primeiros a literatura e a ciências e os segundos na matemática, não se deve ao número de horas de estudo, pois são os que menos tempo passam na escola.

 

Os países que aparecem no topo desta lista (Hong Kong, Finlândia, Coreia do Sul, Japão e Canadá) têm três características comuns: contratam apenas os melhores professores, apostam em muita formação contínua aos docentes e avaliam periodicamente e individualmente cada aluno.

 

Os países com melhores resultados limitam o número de vagas dos cursos para a educação. Por exemplo, na Singapura e na Finlândia, dos alunos saídos dos cursos via ensino, apenas 5% dos melhores podem ser professores primários.

 

Na Finlândia, o professor primário tem muito prestigio, ao contrário do professor do ensino secundário que não é tão bem considerado. Segundo este estudo, a resolução do problema da educação tem que começar na formação dos docentes e no ensino primário.

 

alinhado por fcrocha às 19:34

mais sobre mim

Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
22
24
27
29

pesquisar

 

comentários recentes

  • Concordo plenamente com as criticas aqui apresenta...
  • Já não erraram tudo!
  • Aconselho a leitura deste texto.https://www.facebo...
  • Devo dizer que concordo com o artigo, excepto a qu...
  • Pense apenas em duas coisas: 1ª todos falam da TAP...

subscrever feeds